Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Prêmio Cruzando Fronteiras é entregue a sete escolas

Prêmio Cruzando Fronteiras é entregue a sete escolas

05 de agosto de 2022

Brasil

Educação | Línguas

Evento também reuniu especialistas nacionais e internacionais em seminário que tratou sobre interculturalidade, bilinguismo e formação docente.

Hoje foi dia de celebração com a entrega do Prêmio Cruzando Fronteiras a sete escolas públicas brasileiras e de países que fazem fronteira com o Brasil que tiveram suas experiências educacionais de interculturalidade e bilinguismo reconhecidas pela Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (OEI) e pelo Ministério da Educação.

Raphael Callou, diretor e chefe da Representação da OEI no Brasil, destacou a característica e a importância do bilinguismo para o País: “temos um contexto migratório muito diverso e amplo, de várias nacionalidades, inclusive de falantes da língua espanhola, e que estão presentes em cidades às vezes muito distante das regiões de fronteira, mas que constituem um legado importante que contribui para a interculturalidade e a intercompreensão”.

“Esse tema é bastante instigante e ao mesmo tempo desafiante. São vocês que fazem a interculturalidade e o bilinguismo acontecer lá na ponta, no chão da escola, nessas relações bilaterais”, disse o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Mauro Luiz Rabelo.

Conheça as vencedoras do Prêmio:

  • Instituto Federal do Paraná
  • CIEP 413 Intercultural Adão Pereira Nunes Intercultural Brasil México
  • Escola Municipal de Educação Integral Rachid Bardauil
  • IEMA - Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Pleno Itaqui Bacanga
  • Escola Municipal Prof. Pedro V. Parigot De Souza
  • 484 república de los EEUU del Brasil
  • Escola Brasil

A próxima etapa do Projeto de Educação Intercultural Bilíngue "Cruzando Fronteiras" é a formação continuada aos professores, que irá trabalhar temas relevantes para o trabalho pedagógico relacionados à interculturalidade e o bilinguismo. A formação, realizada em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), será aberta a todos os docentes das escolas públicas brasileiras que se interessarem em participar.

Rodapé
A OEI utiliza cookies próprios e de terceiros para fins funcionais e analíticos.

Clique no botão Aceitar para confirmar que você leu nossa Política de cookies e aceita todas as cookies. Para gerenciar as cookies, clique em Configurar. Para desativar todas as cookies, clique em Recusar.