Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Projetos

Lisboa recebe o XI Congresso Ibero-americano de Indicadores de Ciência e Tecnologia

Lisboa recebe o XI Congresso Ibero-americano de Indicadores de Ciência e Tecnologia

17 de novembro de 2021

Portugal

Ciência

Decorre de 17 a 19 de novembro, em Lisboa, o XI Congresso Ibero-americano de Indicadores de Ciência e Tecnologia.

O encontro deste ano é subordinado ao tema: “25 anos de RICYT: lições aprendidas e desafios futuros”. O objetivo é analisar os progressos realizados na construção de indicadores ao longo dos últimos 25 anos na Ibero-América e atualizar a agenda de discussão para os próximos anos.

Realizado numa modalidade híbrida, o congresso terá sessões presenciais no Auditório do ISCTE-IUL, que serão transmitidas online, em direto, e uma série de sessões virtuais em que serão partilhadas experiências e reflexões sobre a produção, análise e utilização de indicadores de ciência, tecnologia e inovação.

O evento é organizado conjuntamente pela Rede Ibero-Americana de Indicadores de Ciência e Tecnologia (RICYT), Observatório Ibero-Americano da Ciência, Tecnologia e Sociedade (OCTS) da OEI, Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) e Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) de Portugal e apoiado pela Junta da Andaluzia e Fundação La Caixa.

O encontro terá a participação de personalidades de vários países e organizações internacionais, responsáveis pelo desenvolvimento e análise de indicadores, juntamente com investigadores de diferentes universidades e instituições da Ibero-América.

Esta décima primeira edição contará com a participação, entre outros, dos seguintes oradores: Mario Albornoz, coordenador do OCTS e fundador da RICYT; Fred Gault, da Universidade das Nações Unidas - Maastricht Institute for Economic and Social Research on Innovation and Technology UNU-MERIT, Alexandre Quintanilha e Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal.

Mais informações sobre o evento aqui.

Sobre a RICYT

A Rede de Indicadores de Ciência e Tecnologia – Ibero-americana e Interamericana (RICYT) - foi criada na sequência de uma proposta delineada no Primeiro Workshop Ibero-Americano de Indicadores de Ciência e Tecnologia, realizado na Argentina, em 1994.

A RICYT foi adotada pelo Programa CYTED como uma rede Ibero-Americana e pela Organização dos Estados Americanos (OEA) como uma rede Interamericana. Atualmente, o principal apoio da RICYT é a Organização de Estados Ibero-Americanos (OEI), através do Observatório de Ciência, Tecnologia e Sociedade (OCTS). A RICYT colabora com vários organismos internacionais bem como com as agências nacionais de ciência e tecnologia de países americanos, assim como as de Espanha e Portugal.

28 agências nacionais de ciência e tecnologia fornecem indicadores para a rede, assim como universidades, institutos nacionais de estatística e ONGs relacionadas com indicadores de ciência e tecnologia.

Rodapé
As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies.