Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Institucional/OEI

OEI participa no encerramento da 1ª Edição da Academia Ubuntu LATAM

OEI participa no encerramento da 1ª Edição da Academia Ubuntu LATAM

12 de março de 2021

Portugal

A OEI, através do seu escritório em Portugal, participou, no passado dia 6 de março, na sessão de encerramento da 1º Edição da Formação de Formadores Digitais Ubuntu LATAM, um ciclo de formação que reuniu 70 formadores de 11 países do espaço ibero-americano, na metodologia Ubuntu.

Estes formadores multiplicarão as Academias Ubuntu em formato digital na região, potenciando novas oportunidades de formação digital na América Latina, tanto em espanhol como em português. Quatro novos ciclos de formação (2 em português e 2 em espanhol) estão já agendados para o curto-prazo na região.

A OEI é parceira do Instituto Padre António Vieira (IPAV) no  reforço da presença da Academia de Líderes Ubuntu na Ibero-América, com o objetivo de promover a capacitação de jovens com elevado potencial de liderança, entre os 15 e os 35 anos, provenientes de contextos de exclusão social ou com aptidão para aí trabalharem. Neste processo foi já instituída a “Asociación de la Academia de Líderes Ubuntu Latinoamérica” (Asociación ALU Latam) que coordena esforços e estratégias.

A OEI apoiou a criação do Secretariado Técnico da Associação, cujo objetivo é assegurar a coordenação do desenvolvimento da ALU na América Latina. O Secretariado permitirá chegar a mais países da América Latina, robustecendo a capacidade de intervenção, mobilizando mais países e multiplicando a capacidade formativa, de forma a contribuir para promover a cultura democrática e participação cívica de estudantes e jovens, através do desenvolvimento de competências de resolução de conflitos, solidariedade e respeito pelos Direitos humanos, entre e dentro das comunidades.

No espaço ibero-americano, a atividade tem vindo a crescer, disseminando a metodologia através da formação de formadores e da partilha de materiais pedagógicos, existindo já uma rede Ubuntu em Portugal, Espanha, Peru, Colômbia, Brasil e Venezuela. O trabalho desenvolvido neste contexto tem merecido o interesse e o empenho de várias instituições públicas e privadas, entre as quais universidades, escolas e ONG’s. Instituições do México, Chile e Costa Rica também já manifestaram o seu interesse neste processo.

Rodapé
As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies. Mais informações