Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Ibero-América: uma comunidade, duas línguas pluricêntricas. Iberoamérica: una comunidad, dos lenguas pluricéntricas

Ibero-América: uma comunidade, duas línguas pluricêntricas. Iberoamérica: una comunidad, dos lenguas pluricéntricas

A primeira Conferência Interna-cional das Línguas Portuguesa e Espanhola (CILPE), realizada em Lisboa, nos dias 21 e 22 de novembro de 2019, reuniu um conjunto de especialistas para estabelecer um Plano de Ação de forma a prosseguir um trabalho em prol das línguas que seja também a favor dos nossos povos.

A riqueza linguística da nossa região é imensa e nela coexistem centenas de línguas que precisam de ser valori - zadas e preservadas. Trata-se também da região onde con - vivem duas das mais relevantes línguas internacionais – o espanhol e o português – que representam 800 milhões de falantes de dois idiomas próximos e diversos, duas comuni - dades que se cruzam e reconhecem o valor da cooperação para o bem comum.

As línguas são expressões da identidade, mas também formas de poder que se repercutem na economia, na ciên - cia, na cultura, na tecnologia, no posicionamento geoes - tratégico e nos mecanismos de cooperação. Reforçar estas duas línguas significa mais capacidade de os seus falantes se fazerem ouvir e expressarem as suas vontades e os seus sonhos no contexto global.

Rodapé
A OEI utiliza cookies próprios e de terceiros para fins funcionais e analíticos.

Clique no botão Aceitar para confirmar que você leu nossa Política de cookies e aceita todas as cookies. Para gerenciar as cookies, clique em Configurar. Para desativar todas as cookies, clique em Recusar.