Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Escritório da Organização de Estados Ibero-americanos em Cuba inicia atividades

Escritório da Organização de Estados Ibero-americanos em Cuba inicia atividades

28 de novembro de 2022

Secretaria-Geral | Cuba

Educação | Ciência | Cultura

Foi hoje inaugurado o escritório da OEI em Havana, o 19º da organização na América Latina. Juntamente com a sede em Madrid, a OEI está agora presente em 20 países, atingindo a sua máxima expansão territorial.

Com um ato simbólico, que incluiu a inauguração de uma placa distintiva, teve lugar esta tarde a inauguração do escritório da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, Ciência e Cultura em Cuba, dirigida pelo seu Secretário-Geral, Mariano Jabonero, e pela Ministra da Educação cubana, Ena Elsa Velázquez.

O evento contou também com a presença de Rodrigo Malmierca, Ministro do Comércio Externo; Alpidio Alonso Grau, Ministro da Cultura; e Elba Rosa Pérez, Ministra da Ciência, Tecnologia e Ambiente. Estive ainda presente o Embaixador espanhol em Cuba, Ángel Martín Peccis, entre outras personalidades e membros da equipa da OEI, tais como Melissa Wong Segal, Directora da OEI no Panamá; Luis Scasso, Director da OEI na Argentina, e Iosmara Fernández Silva, Diretora da OEI em Cuba.

Durante a inauguração, Mariano Jabonero, que foi recentemente reeleito secretário-geral da OEI durante a XIV Assembleia Geral da organização, realizada em Santo Domingo, salientou que Cuba "esteve sempre presente nos principais programas da organização". Neste sentido, Jabonero referiu que, há quatro anos, quando assumiu a liderança da organização, já tinha a ideia de criar este escritório em Cuba. "É um reconhecimento para Cuba, é um dia simbólico: os sonhos tornam-se realidade", afirmou.

A ministra Ena Elsa Velásquez, por sua vez, reafirmou que “se trata da materialização do propósito comum de aprofundar as relações de cooperação entre Cuba e a OEI”.

   

O escritório da OEI em Cuba, que será dirigido pela perita em educação cubana, Iosmara Fernández, é o 19º da organização, que, juntamente com a sede da Secretaria-Geral em Madrid, tem agora uma presença física em vinte países da região. De acordo com Fernández, entre as missões futuras, o gabinete da OEI em Havana centrar-se-á "nas prioridades e transformações que estão atualmente a ocorrer em Cuba nas áreas da educação, ciência e cultura e que são totalmente consistentes com os princípios da OEI".

O OEI assinou o acordo de sede com o governo cubano a 24 de março - acordo esse que permitiu a abertura do gabinete - numa cerimónia realizada no Salão do Protocolo do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Cuba, um país que é Estado membro da organização desde 1985.

Rodapé
A OEI utiliza cookies próprios e de terceiros para fins funcionais e analíticos.

Clique no botão Aceitar para confirmar que você leu nossa Política de cookies e aceita todas as cookies. Para gerenciar as cookies, clique em Configurar. Para desativar todas as cookies, clique em Recusar.