Aqui começa o menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Aqui começa o conteúdo

A crise do coronavírus poderá reduzir em 1% o futuro salário dos estudantes espanhóis

02/04/2020

Secretaria-Geral

O fechamento das escolas na maior parte do mundo devido à pandemia do coronavírus não sairá de graça. Nem para o bolso das crianças de hoje. De acordó com o estudo Efeitos do coronavírus na educação, a suspensão das aulas presenciais na Espanha poderia reduzir o salário dos alunos espanhóis em até 1%, quando completarem entre 30 e 40 anos; ou seja, uma redução de até 200€ por ano. Os mais afetados em curto e longo prazo serão os estudantes que não puderem recuperar as aulas de forma online e os que não tenham outros apoios.

 

- El relatório Efeitos da crise do coronavírus na educação destaca que a maior brecha afetará os alunos que não puderem acessar a formação on-line nestes dias ou que esta seja ineficiente.

- O Secretário Geral da OEI, Mariano Jabonero, propõe um decálogo de recomendações para a educação neste período da crise do coronavírus.

- A Organização de Estados Ibero-americanos (OEI) está fazendo um acompanhamento no seu site “impacto na educação da Ibero-América” (www.oei.es/impacto-coronavírusiberoamerica/educacion), que já afeta a mais de 177 milhões de estudantes. Além disso, a OEI apresenta medidas concretas de acompanhamento e apoio. 

 

 

 




Rodapé Rodapé