Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Projetos

ABERTA A CONVOCATÓRIA DO IV PRÊMIO IBERO-AMERICANO DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS ÓSCAR ARNULFO ROMERO

ABERTA A CONVOCATÓRIA DO IV PRÊMIO IBERO-AMERICANO DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS ÓSCAR ARNULFO ROMERO

16 de março de 2021

Secretaria-Geral | Argentina | Bolívia | Brasil | Chile | Colômbia | Costa Rica | Equador | El Salvador | Guatemala | Honduras | México | Nicarágua | Panamá | Paraguai | Peru | Portugal | República Dominicana | Uruguai

Educação | Direitos Humanos

O prêmio reconhece o importante trabalho das instituições educacionais e da sociedade civil da Ibero-América na defesa e promoção dos direitos humanos através da educação.

A Organização dos Estados Ibero-Americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI) e a Fundação SM lançaram uma nova edição do Prêmio Oscar Arnulfo Romero de Direitos Humanos. Com três edições anteriores bem-sucedidas, esta premiação visa reconhecer o trabalho de instituições educacionais e ONGs que desenvolvem programas destinados a garantir o direito à educação de crianças e jovens, bem como a inclusão, a paz, a consciência da importância da educação em valores e direitos humanos, entre outras questões. Além disso, este ano se dará destaque a projetos que foquem o papel das escolas e organizações para garantir o direito à saúde na sala de aula e para superar os novos desafios educacionais causados pela crise da COVID-19.

As indicações/candidaturas podem ser apresentadas a partir de hoje até 31 de julho, para concorrer a prêmios em duas categorias: a primeira para escolas (educação formal), e a segunda para organizações da sociedade civil (ONGs) e educação não formal. Na primeira fase nacional, um júri ad hoc selecionará duas experiências vencedoras, uma em cada categoria, para cada país participante, e anunciará seu veredicto no próximo mês de outubro. As iniciativas ganhadoras na primeira fase terão o direito de competir na fase internacional, que selecionará as quatro melhores iniciativas ibero-americanas, duas em cada categoria. O edital da convocatória pode ser consultado no site da OEI.

Na fase internacional, cada premiado desta quarta edição receberá 5 mil dólares, para investir nas iniciativas vencedoras. A premiação será realizada em um ato especial durante o IV Seminário Internacional de Educação em Direitos Humanos, cuja data será anunciada nos próximos meses.

Serão admitidas iniciativas provenientes de 22 países ibero-americanos: Andorra, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Porto Rico, República Dominicana e Uruguai.

Na chamada anterior, realizada em 2019, inscreveram-se cerca de 600 iniciativas de toda a região. Os vencedores - na categoria de escolas na fase internacional - foram os projetos “Inclusión para la equidad social y Radio, televisión y prensa escolar”, de instituições educacionais do México e Chile, respectivamente. Da mesma forma, na categoria de organizações da sociedade civil, os projetos “Jóvenes dialogando sobre los retos para construir la paz en la Exposición ¿Por qué estamos como estamos?”, da Guatemala, e “Defendiendo lo que somos”, de Porto Rico, foram premiados em uma cerimônia realizada na Cidade do México, em novembro daquele ano.

O prêmio é concedido em homenagem ao Santo Óscar Romero, sacerdote de El Salvador, quarto arcebispo da metrópole e defensor convicto dos direitos humanos, que foi assassinado em 24 de março de 1980, enquanto celebrava uma missa. Em outubro de 2018, foi canonizado pelo Papa Francisco na Santa Sé diante dos olhares atentos de milhares de salvadorenhos, tornando-o assim o primeiro santo do país centro-americano.

Rodapé
A OEI utiliza cookies próprios e de terceiros para fins funcionais e analíticos.

Clique no botão Aceitar para confirmar que você leu nossa Política de cookies e aceita todas as cookies. Para gerenciar as cookies, clique em Configurar. Para desativar todas as cookies, clique em Recusar.