Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Educação e Ciência

Programas

Programa para o fortalecimento dos sistemas de ciência e tecnologia (FORCYT)

Indicadores

O objetivo deste primeiro componente é melhorar os sistemas de produção estatística para ciência e tecnologia dos países ibero-americanos, fortalecendo os indicadores de ciência, inovação e ensino superior.

 

Uma cooperação triangular

Este pilar fundamenta-se na Rede de Indicadores de Ciência e Tecnologia (RICYT) e na Rede Ibero-Americana de Indicadores de Ensino Superior (Rede IndicES), com o apoio do Eurostat.

 

Os passos a seguir

DIAGNÓSTICO DAS CAPACIDADES ATUAIS

Avaliação da atual produção de indicadores de PD&I e de ensino superior na América Latina, através da revisão da aplicação de metodologias e da ausência de parâmetros.

ANÁLISE SWOT

Análise da capacidade de produção de indicadores para considerar as possibilidades de desenvolvimento deste campo na América Latina.

WORKSHOP DE DISCUSSÃO

Realizado com representantes das áreas de estatística científica e ensino superior dos países participantes, baseando-se na análise dos resultados das duas atividades anteriores e na elaboração de um plano de trabalho colaborativo para abordar os desafios.

DESENVOLVIMENTO DE GUIAS METODOLÓGICOS

Formação de grupos de trabalho com representantes das instituições e países envolvidos no projeto, que trabalharão na solução dos problemas detectados no workshop, e na elaboração de um "Código de boas práticas estatísticas" para a região.

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

Oferecida aos países que a solicitarem, visando fortalecer sua capacidade na produção de indicadores.

 

Todas as atividades serão coordenadas pelo Observatório da Ciência, da Tecnologia e da Sociedade da OEI. 

 

 

Rodapé
As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies. Mais informações