Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Carta cultural ibero-americana

Carta cultural ibero-americana

Um documento que propõe, como uma exigência, que a cultura ibero-americana seja reconhecida e consolidada como um dos pilares da nossa vida coletiva.

A Carta Cultural Ibero-americana, adotada pela XVI Cúpula Ibero-americana de Montevidéu, favorecerá, sem dúvida, uma maior articulação e melhor cooperação entre os países da região. É um projeto político de grande magnitude que estabelece as bases para a estruturação do “espaço cultural ibero-americano” e para a promoção de uma posição mais forte e protagonista da Comunidade Ibero-americana perante o resto do mundo em um dos seus recursos mais valiosos, a sua riqueza cultural.

Os benefícios concretos que se derivados do desenvolvimento desta Carta Cultural em cada nação ibero-americana podem ser inumerosos. Visa defender e favorecer o desenvolvimento da nossa própria diversidade interior. Pretende promover novas fórmulas e tratamentos comuns na região para que os países ibero-americanos possam expressar-se para fora, com vozes coordenadas nas questões culturais, especialmente, nos temas relativos aos direitos de autorais, ao patrimônio cultural ou às indústrias culturais.

A Carta impulsiona a cooperação cultural entre os países ibero-americanos e facilita mecanismos para um maior conhecimento da riqueza cultural própria, criando as condições para uma melhor circulação dos bens e produtos culturais da região.

Rodapé
As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies. Mais informações