Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Universidade Ibero-América 2030 em movimento: uma proposta para a mobilidade acadêmica

Universidade Ibero-América 2030 em movimento: uma proposta para a mobilidade acadêmica

Há muito tempo a Ibero-América declarou sua vontade de ter seu próprio espaço de conhecimento que, entre outras vantagens, tornaria possível uma maior mobilidade de estudantes e professores universitários

Vários anos mais tarde, os dados indicam que somos a segunda região do mundo onde o intercâmbio acadêmico tem crescido menos. Inverter esta tendência é uma das linhas fundamentais de trabalho da estratégia da Universidade Ibero-América 2030, aprovada pelos ministros e ministras de Educação IberoAmericanos no 78º Conselho Diretivo da OEI. Nessa mesma reunião, nossa Organização, que acabou de completar 72 anos, apresentou uma imagem renovada e um lema que resume nossa essência: “Fazemos a cooperação acontecer”.  

Talvez este seja o segredo de nossa longevidade: ser uma organização útil capaz de ir além da retórica e de implementar, através de um amplo consenso, uma infinidade de iniciativas e projetos de dimensões e impactos muito diferentes, mas cuja ação conjunta possibilita melhorias concretas em nossos sistemas educacionais. Este relatório é um bom exemplo do modo próprio de trabalhar da OEI. Em primeiro lugar, é um esforço que não empreendemos sozinhos, mas com aliados estratégicos. Começando com a “Fundación Europea Sociedad y Educación” (EFSE), um centro de estudos com ampla experiência no trabalho com especialistas de todo o mundo na produção de publicações relevantes na área universitária. 

Rodapé
As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies. Mais informações