Menú de navegación

Saltar al contenido Saltar al mapa del sitio
Contenido de la página

Institucional/OEI | Proyectos

O seu projeto pode ser o próximo: Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

O seu projeto pode ser o próximo: Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos

22 de octubre de 2021

Brasil

Educación | Derechos Humanos

Conheça os projetos brasileiros que fizeram história no Prêmio Ibero-americano de Educação em Direitos Humanos e faça a sua inscrição.

A Organização dos Estados Ibero-Americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI) e a Fundação SM promovem a IV edição do Prêmio de Educação em Direitos Humanos Oscar Arnulfo Romero. A premiação tem como objetivo reconhecer o trabalho de instituições educacionais e organizações da sociedade civil que desenvolvem programas destinados a garantir o direito à educação de crianças e jovens, bem como a inclusão, a paz, a consciência da importância da educação em valores e direitos humanos, entre outras questões. Além disso, este ano se dará destaque a projetos que foquem o papel das escolas e organizações para garantir o direito à saúde na sala de aula e para superar os novos desafios educacionais causados pela crise provocada pela pandemia de Covid-19

Raphael Callou, Diretor e Chefe da Representação da Organização dos Estados Ibero-americanos no Brasil (OEI) aponta que “O Prêmio é importante para contribuir no cenário escolar e para que os direitos humanos possam ganhar dimensão e lastrear políticas públicas em maior escala, gerando efeitos estruturadores na política de garantia dos Direitos Humanos a partir da educação”.

O Prêmio de Educação em Direitos Humanos começou com a OEI no Brasil em 2008. Em 2015, passou a ser um concurso internacional, envolvendo todos os países que fazem parte da organização.

O Brasil foi destaque já na primeira edição internacional do prêmio com a professora Gina Vieira, de Ceilândia (DF). Ela ganhou as etapas nacional e internacional, com o projeto "Mulheres Inspiradoras", um trabalho de empoderamento de alunas do Distrito Federal por meio da literatura. As lições e princípios apresentados nesse projeto serviram de base para a implementação de uma política pública educacional pioneira na cidade de Brasília.

A OEI destaca que a importância desse programa na capital brasileira a partir de uma iniciativa piloto que nasceu nas salas de aula. Uma boa prática educacional que, hoje transformada em política pública, está em consonância com a missão da organização de “fazer a cooperação realmente acontecer”.

Na última edição do prêmio, em 2019, o vencedor da etapa nacional foi o projeto "Mãos que falam", desenvolvido pelo Centro de Educação Infantil Municipal Aquarela de Chapecó (SC), pelo professor Rudinei Albane e pela TV INES, primeira TV da América Latina e única do Brasil a oferecer programação com atenção aos públicos surdos e ouvintes de forma integrada.

E, agora, em 2021, o próximo trabalho homenageado pode ser o seu.

CLIQUE E PARTICIPE! (Formulário de inscrição)

Inscrições até 31 de outubro. Clique aqui para ver o "Edital do Prêmio"

QUEM PODE SE INSCREVER?

- Instituições escolares (educação formal, entre 3 e 18 anos) – CATEGORIA A

- Organizações da sociedade civil vinculadas ao trabalho de educação não-formal (ONGs, associações, fundações etc.). – CATEGORIA B

 

LINHAS DE ATUAÇÃO

O IV Prêmio Ibero-Americano de Educação em Direitos Humanos visa reconhecer o trabalho das instituições com as seguintes linhas de atuação:

EDUCAÇÃO: Programas em prol do direito à educação, dos Direitos da Criança e da convivência na escola.

PAZ: Programas em prol da paz.

LIBERDADE: Programas em prol da liberdade de pensamento, de consciência, de religião, de opinião e de expressão.

BEM-ESTAR: Programas em prol do bem-estar social e cultural.

ERRADICAR A DISCRIMINAÇÃO: Programas para erradicar a discriminação a outros grupos culturais, minoritários, ou portadores de deficiência.

SENSIBILIZAÇÃO: Programas de sensibilização e conhecimento dos Direitos Humanos.

SAÚDE E COVID-19: Iniciativas relacionadas com o direito à saúde e com as maneiras de enfrentar ou aliviar a situação provocada pela pandemia COVID-19 (segurança nas escolas, mitigação, prevenção e autocuidado).

CIDADANIA GLOBAL: Programas que fomentam a construção de competências orientadas à construção da "cidadania global" nos centros educacionais e na sociedade civil.

 

GUIA DE INSCRIÇÃO

As inscrições devem ser apresentadas através do preenchimento de um formulário on-line específico.

Enviar para o e-mail criado para cada país os seguintes materiais:

▪ Resumo com as informações do centro escolar ou instituição, dados de contato e descrição do projeto.

▪ Material audiovisual (vídeo) descrevendo o projeto e a opinião dos participantes. O vídeo terá uma duração máxima de 5 minutos, podendo ser enviado como arquivo ou através de um link de download ou acesso (Drive, Dropbox, outras plataformas, Youtube etc.).

▪ Material gráfico representativo do projeto (3 fotografias de alta qualidade, 1MB).

O e-mail enviado deve ter como assunto: Nome do país e da categoria em que deseja

concorrer (A ou B) - nome da instituição participante.

 

ETAPAS

PRIMEIRA ETAPA

A primeira etapa do prêmio consistirá na convocatória nacional que reconhecerá o trabalho de instituições que trabalham ativamente na defesa e promoção dos direitos humanos.

 

CONVOCAÇÃO NACIONAL

Dirigida a instituições que têm trabalhado ativamente na defesa e promoção dos Direitos Humanos através da educação, em duas categorias diferentes:

Categoria A: instituições escolares (educação formal, entre 3 e 18 anos)

Categoria B: organizações da sociedade civil vinculadas ao trabalho de educação não-formal (ONGs, associações, fundações etc.).

Cada instituição poderá se inscrever em apenas uma categoria e com um único projeto. Não poderão se candidatar novamente aquelas instituições escolares e organizações vencedoras nacionais das duas últimas edições.

O júri que decidirá os projetos vencedores nacionais será composto por representantes das instituições organizadoras e poderá contar com a opinião dos Ministérios da Educação de cada país.

Todos os vencedores nacionais receberão um certificado ou menção honrosa, passando diretamente à final ibero-americana, e irão ao IV Seminário Internacional de Educação em Direitos Humanos, evento no qual serão anunciados os vencedores ibero-americanos.

 

SEGUNDA ETAPA

As experiências nacionais vencedoras por categoria participarão da convocatória ibero-americana e irão ao IV Seminário Internacional de Educação em Direitos Humanos, que será realizado em uma cidade e data ainda a ser determinada, onde serão decididos os quatro vencedores ibero-americanos (dois por categoria). Devido ao contexto da pandemia global, o evento será realizado assim que as circunstâncias permitirem.

 

CONVOCAÇÃO IBERO-AMERICANA

Cada uma das experiências vencedoras por categoria em nível nacional participará do IV Seminário Internacional de Educação em Direitos Humanos, que será realizado em uma cidade e data ainda a ser determinada, onde serão decididos os quatro vencedores ibero-americanos (dois por categoria). Devido ao contexto da pandemia mundial da COVID-19, o evento será celebrado assim que as circunstâncias permitirem.

 

PRÊMIO (gratificação)

O Prêmio ibero-americano consistirá em um cheque no valor de (5) cinco mil dólares para cada ganhador por categoria. No total, serão premiadas quatro experiências entre todos os vencedores nacionais.

Categoria A: dois vencedores, com 5 mil dólares para cada um.

Categoria B: dois vencedores, com 5 mil dólares para cada um.

Qualquer um dos quatro vencedores poderá ser convidado no futuro para diferentes eventos e para apresentar o que fizeram e como investiram o dinheiro do prêmio em seus projetos.

 

 
CRONOGRAMA Data
Inscrições Até 31/10/2021
Júri selecionará as experiências vencedoras para cada uma das categorias 30/11/2021
Publicação dos vencedores nacionais 01/12/2021 a 15/12/2021
Cerimônia de entrega dos prêmios nacionais Não definido*
Convocatória Internacional Não definido*
Divulgação das experiências ibero-americanas vencedoras será feita em uma cerimônia durante o "IV Seminário Internacional sobre Educação em Direitos Humanos" Não definido*

*Devido ao atual contexto de pandemia mundial provocada pelo COVID-19, este evento será realizado assim que as circunstâncias permitirem

 

CONTATO

E-mail Do BRASIL: premiodireitoshumanos.bra@oei.int

Pie de página
Las cookies nos ayudan a ofrecer nuestros servicios. Al utilizar nuestros servicios, aceptas el uso de cookies.