Menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Conteúdo da página

Ciência

Programas e Observatórios

Noite Ibero-Americana d@s Pesquisador@s

EDIÇÕES ANTERIORES

A Noite Ibero-americana 2023 foi a IV edição deste evento. Desde o seu início, em 2020, este encontro não deixa de duplicar o número de participantes, público e atividades.

Visualize as atividades da Noite aqui

Edição 2023

Na IV edição da Noite Ibero-americana de Investigadores quisemos que a ciência que nasceu na Ibero-América chegasse a mais recantos da nossa região. Contamos com a participação, através de 474 atividades, de mais de 660 pesquisadoras e 460 pesquisadores de 277 instituições, entre ministérios, universidades, academias, institutos, centros de pesquisa e fundações de quatorze países da América Latina e do Caribe: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia. , Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai.

Comtamos com a participaçao de 9.000 pessoas em nossas actividades. 

O Equador foi o principal país do NII 2023 e onde ocorreu a inauguração.

Esta foi a Noite de 2023, por exemplo, en Uruguai...

Edição 2022

A III edição da Noite Ibero-americana d@s Investigador@s ocorreu nos dias 30 de setembro e 1 de outubro de 2022 de forma maioritariamente virtual, tanto de forma síncrona como assíncrona, através do site da Noite Ibero-americana. Foi uma edição caracterizada pela expansão prevista no projeto, uma vez que o número de países participantes quase dobrou; foram 12: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, México, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai.

Quase 300 atividades foram levadas a cabo por cerca de 450 investigadores e investigadoras pertencentes a mais de 100 instituições.

A modalidade das atividades foi muito variada: oficinas, concertos, peças de teatro, storytelling, vídeos demonstrativos… Assim como os temas, envolvendo desde investigações sobre o espaço até outras sobre a relação paterno-filial. Foi uma edição com muitos investigadores de outros projetos relacionados, como no caso das redes de investigação do programa FORCYT para o fortalecimento dos sistemas de ciência e tecnologia.

A III Noite Ibero-americana d@s Investigador@s contou com o apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID). Assim, a premiação da divulgação científica foi possível através da primeira edição do prémio #HilandoCiencia. O seu objetivo é aproximar a ciência da sociedade através da utilização do Twitter como um aliado.

Assim foi a III Noite Ibero-Americana

   

 

Edição 2021

Em 2021, a OEI voltou a participar como membro colaborador desta iniciativa europeia. Na segunda edição da Noite Ibero-americana d@s Investigador@s, quase 80 instituições públicas de sete países (Argentina, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, México e Uruguai) participaram. Cerca de 150 investigadores organizaram mais de 100 eventos sobre temas como COVID-19, mulheres na ciência, tecnologia e desenvolvimento sustentável. A União Europeia reconheceu positivamente a qualidade e o alcance do projeto.

Assim foi a II Noite Ibero-Americana

   

Edição 2020

Em 2020, o OEI participou, pela primeira vez, do projeto Noite Europeia dos Investigadores da União Europeia. Sob a égide da Fundación Madri+d, o maior evento de divulgação científica chegou à região ibero-americana. O evento foi lançado em dois locais: Equador e Uruguai. No total, foram 24 atividades desenvolvidas por mais de 50 investigadores participantes, todas online.

A virtualidade do evento tornou-o acessível a mais de 6.300 pessoas. Com base nestes dados, a Comissão Europeia considerou muito positivo o lançamento da Noite Ibero-americana e, portanto, foi tomada a decisão de consolidar o projeto e levar a iniciativa ao resto da região ibero-americana através de uma colaboração entre ambas as regiões em termos de divulgação científica.