Aqui começa o menu de navegação

Ir para o conteúdo Ir para o mapa do site
Aqui começa o conteúdo
Ciência

Ciência

Área de Ciência

A OEI tem a missão fundacional de realizar políticas de cooperação no campo da ciência. É imprescindível que os países ibero-americanos assumam a decisão estratégica de fortalecer a sua capacidade científica, tecnológica, de pesquisa e inovação 

A visão da OEI é cumprir esta missão em conexão com os seus outros campos de ação, educação e cultura, em especial com a área de Ensino Superior, sob uma perspectiva de interação com a sociedade e o meio, no âmbito da Agenda Internacional 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 

Para isso, é necessário fortalecer as instituições de Ensino Superior, onde se gera a maioria da produção científica ibero-americana, e favorecer os vínculos entre a ciência e o meio produtivo e social, procurando soluções para problemas sociais concretos e pondo a ciência a serviço das políticas públicas e da sociedade 

Sobre esta base, a OEI articula o seu trabalho em três grandes áreas de atuação 

  • Divulgação e educação científica. 
  • Geração e transferência de conhecimento. 
  • Fortalecimento de políticas públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação.  

Trabalhar para fortalecer os sistemas científicos ibero-americanos, principalmente nasnossasuniversidades,representa um desafio ineludível na Ibero-América para melhorara nossa sociedade. O seu desenvolvimento deve estar socialmente contextualizado e acompanhado da construção de uma cidadania com senso crítico, capaz de tomar decisões com base em evidências, que permitam transformar os sistemas para seremmais justos e sustentáveis. A Agenda 2030 e os objetivos de desenvolvimento sustentável marcam o caminho de como se deve fazer ee nos convidam para trabalhar todos juntos,de mãos dadas paraalcançar esta meta. 

 Programas regionais 

O observatório está orientado à obtenção de evidências sobre as capacidades, os desafios e as oportunidades dos países da Ibero-América em matéria de ciência e tecnologia, assim como sobre as suas aptidões para a prática da pesquisa científica, o desenvolvimento tecnológico e a inovação. Entre as suas principais atividades se destacam 

  • Estudo anual de indicadores de Ensino Superior e ciência na Ibero-América, através das redes IndicES e RICYT (ver aqui principais dados). Precisamente, a informação atualizada sobre as redes está disponível em 

RICYT: Indicadores de ciência e tecnologia na Ibero-América  

IndicES: Indicadores de ensino superior na Ibero-América  

  • Revista CTS: com mais de 15 anos, conta com o selo de qualidade da Fundación Española para la Ciencia y la Tecnología (FECYT). Mantém a vocação de melhorar a articulação entre a ciência e a sociedade na Ibero-América 

 Congresso Ibero-americano de Indicadores de Ciência e Tecnologia: realizado há 25 anos. A XI edição do Congresso está prevista para se realizar em 2021 em Portugal e terá como lema “25 anos da RICYT: Lições aprendidas e desafios futuros”.  

 RICYT 

A Rede de Indicadores de Ciência e Tecnologia Ibero-americana (RICYT), coordenada pelo OCTS-OEI, é formada por instituições responsáveis pela produção estatística dos ministérios da Ciência dos países ibero-americanos. O objetivo da RICYT é promover a medição e a análise da ciência na Ibero-América, no âmbito de cooperação internacional, com o fim de aprofundar o seu conhecimento e uso como instrumento político para a tomada de decisões. Entre outras atividades, realiza anualmente o Relatório sobre o Estado da Ciência na Ibero-América, com o apoio do Escritório Regional de Ciências para a América Latina e o Caribe da UNESCO 

 IndicES 

A Rede Ibero-americana de Indicadores de Ensino Superior é uma iniciativa de colaboração regional coordenada pelo OCTS-OEI, para a produção de informação estatística que envolve as instituições que produzem informação sobre ensino superior nos países da Ibero-América. É coordenada pelo OCTS-OEI e patrocinada pelo Instituto de Estatística da Unesco (UIS). Entre outras atividades, realiza anualmente o relatório Panorama do Ensino Superior ibero-americano 

 Projeto Multibien: Universidade e Sociedade 

A OEI participa de um projeto de pesquisa no âmbito da Rede Multibien, composta por universidades e instituições de 7 países ibero-americanos, que estuda o efeito que a universidade e a sua pesquisa podem ter no bem-estar e na qualidade de vida das pessoas.  A OEI está trabalhando especificamente no desenvolvimento de indicadores para medir o impacto social da pesquisa.   

 Gênero e Ciência 

A igualdade de gênero e a ciência são elementos fundamentais que contribuem para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos na Agenda internacional 2030. Para a OEI, é imprescindível trabalhar para melhorar a participação e a visibilidade das mulheres no âmbito científico. Para isso, a OEI realiza diferentes projetos nacionais de apoio à elaboração e monitoramento de planos públicos em matéria de gênero e ciência, sensibilização e educação. Cabe destacar oXIII Congresso Ibero-americano de Ciência, Tecnologia e Gênero, que o escritório da OEI no Equador tem previsto organizar em 2021.  

 

Número de projetos ativos

28

Número de beneficiários/as

4525

Número de projetos por país

Projetos

Rodapé Rodapé